Publicações
Quinta, 21 Março 2019

Deputado solicita informações sobre o Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas

O Deputado Roberto Alves (PRB/SP) apresentou o Requerimento de Informação 271/2019, que solicita informações à Excelentíssima Senhora Ministra do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humano, sobre o Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas.

Quarta, 20 Março 2019

Caso goiano de reencontro entre mãe e filha promovido pelo Sinalid é destaque em reunião no CNMP

“Há um mês o meu coração está transbordando de alegria. Desaparecimento é uma dor que não passa. Eu já tinha perdido as esperanças de encontrar a minha mãe”. Essas são as palavras de Darkley Nascimento de Araújo, uma moradora de Goiânia (GO) que não tinha notícias da mãe, Elizabete Nascimento de Araújo, desde os nove anos de idade. Em 6 de dezembro de 2018, Darkley procurou o Programa de Localização e Identificação de Desaparecidos (PLID) do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) para localizar a mãe que não via há 25 anos. As buscas foram iniciadas em 6 de fevereiro de 2019 e, apenas um dia depois, Elizabete foi localizada em Brasília/DF.

Terça, 19 Março 2019

Desaparecidos serão integrados ao Cadastro Nacional, segundo norma do governo

Foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (18/3) a Lei 13.812, de 16 de março de 2019, que institui a política nacional de busca de pessoas desaparecidas. A norma cria o Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas e altera o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/1990).

Terça, 19 Março 2019

Lei cria política nacional para busca de desaparecidos

Foi publicada no DOU de ontem, 18/03, em edição extra, a lei 13.812/19, que institui a Política Nacional de Busca de Pessoas Desaparecidas. A nova norma também cria o Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas, que será composto de informações públicas e sigilosas para fins da identificação da pessoa desaparecida. A matéria foi acompanhada pela Comissão de Ações Sociais do CFM.

Terça, 19 Março 2019

Procura-se: contribua com o fim da angústia de famílias com pessoas desaparecidas

‘É uma angústia tão forte que não conseguimos mensurar’. O desabafo é da Ângela Lúcia dos Santos, e o sentimento, é comum a quem tem, ou já teve um parente desaparecido. As famílias que passam por esse drama sabem que qualquer informação é valiosa na busca por seu ente querido. E a polícia reforça o alerta: quanto antes o desaparecimento for comunicado às autoridades, maiores as chances de localização.

Página 1 de 130

Realização:

Apoio:

FECHAR X