Publicações
Quinta, 26 Abril 2018

Em mato Grosso, a cada dia desaparecem três crianças e adolescentes

Antecedendo a data em que se celebra o Dia Internacional das Crianças Desaparecidas, 25 de maio, evento em Mato Grosso debaterá as problemáticas e políticas públicas sobre crianças desaparecidas no país. Estima-se que, a cada dia, três crianças e adolescentes desaparecem no estado. Os pais nunca cessam de procurá-los.

Quinta, 26 Abril 2018

Comissão de Ações Sociais do CFM participa de evento do MPRJ que apresentará diagnóstico do Programa de Localização e Identificação de Desaparecidos

Os integrantes da Comissão de Ações Sociais do CFM, Ricardo Paiva e Paula Peixoto, participam nesta quinta-feira (26) do Seminário ‘Diagnóstico do PLID/MPRJ: o desaparecimento nas burocracias do Estado’, organizado pela Assessoria de Direitos Humanos e de Minorias (ADHM/MPRJ), com o Centro de Pesquisas e Inovações (CENPI/MPRJ), o Sistema Nacional de Localização e Identificação de Desaparecidos (Sinalid) e o Instituto de Educação e Pesquisa (IEP/MPRJ).

Quarta, 25 Abril 2018

Reconhecimento facial ajuda a localizar 3 mil crianças desaparecidas em apenas 4 dias

O reconhecimento facial é uma tecnologia que tem sido cada vez mais empregada em nossos smartphones, mas seu poder de uso pode ir muito além do que simplesmente usar o rosto de alguém para desbloquear um smartphone.

Quinta, 19 Abril 2018

Abertas as inscrições para seminário sobre prevenção ao tráfico de pessoas

A Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) e o Comitê Estadual de Prevenção e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas de Mato Grosso (Cetrap), realizam, nos dias 26 e 27 de abril, um seminário sobre combate tráfico de pessoas para fins de exploração sexual. Os interessados na discussão podem se inscrever gratuitamente até a data do evento.

Segunda, 16 Abril 2018

ONU começa curso online sobre tráfico de pessoas para 720 fiscais e juízes sul-americanos

A Organização Internacional para as Migrações (OIM) deu início neste mês (11) a um curso online sobre inquéritos judiciais de casos de tráfico de pessoas. Com 720 alunos, formação é voltada para funcionários dos governos do Brasil, Bolívia, Colômbia, Chile, Equador e Peru. Iniciativa visa criar rede regional de investigadores, juízes e fiscais que trabalham no combate a esse tipo de crime.

Realização:

Apoio:

FECHAR X